Club de Regatas Vasco da Gama

CR VASCO DA GAMA

Sedes

São Januário

O Estádio de São Januário é fruto da luta do Vasco por um esporte democrático, a partir das suas ações no futebol.

A construção do estádio do Clube foi uma demonstração incontestável da força desse colosso do esporte mundial, que mesmo possuindo um grande número de torcedores e já tendo sido campeão de futebol do Rio de Janeiro (1923), era visto pelos rivais como um clube de menor importância, por não possuir uma arena esportiva.

São Januário foi inaugurado em 21 de abril de 1927, construído com as lágrimas, o suor e o dinheiro dos vascaínos e vascaínas.

Um verdadeiro templo do povo, que à época de sua inauguração era o maior estádio da América do Sul, com capacidade para 40.000 espectadores. O casa do Cruzmaltino é uma obra monumental, que assim como a Resposta Histórica (1924), materializa a conduta da agremiação vascaína de ficar ao lado dos seus atletas, enfrentando o racismo e o preconceito social.

A realização desse grande feito, um marco para o esporte do Brasil, não seria possível sem a união da imensa colônia portuguesa do Rio de Janeiro com os milhões de brasileiros que aderiram ao Vasco da Gama em todo o país.

Para além do futebol, São Januário tornou-se um patrimônio nacional ao ser sede de eventos culturais e políticos que marcaram a vida do país.

No estádio vascaíno, Getúlio Vargas assinou a lei que instituiu o Salário Mínimo, anunciou a instalação da Justiça do Trabalho, pronunciou discursos no Dia do Trabalho (1º de Maio) e no Dia da independência (07 de Setembro).

Geralmente, na comemoração da independência, o maestro Heitor Villa Lobos regia corais orfeônicos com milhares de jovens e crianças. Além de Getúlio, a Tribuna de Honra teve a presença de outras figuras importantes da política nacional, como Luiz Carlos Prestes, Juscelino Kubitschek, Eurico Gaspar Dutra, João Goulart e outros.

Na “casa vascaína” também foram realizados desfiles de escolas de samba e shows de bandas internacionais.

Avenida Roberto Dinamite, 10 – Bairro Vasco da Gama – Rio de Janeiro
CEP 20921-060 – Tel: (21) 3197-6909

Sede Nautica da Lagoa

Depois que as provas de remo passaram da Baía de Guanabara para a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Vasco se viu diante da necessidade de instalar uma nova sede para abrigar os esportes náuticos, principalmente o remo.

Assim, no dia 18/08/1950, foi inaugurada a sede da Lagoa, que logo chamou a atenção como um bom exemplo da arquitetura moderna praticada na época.

São 2.700m² de área construída, com três pavimentos, um subsolo e um terraço. O prédio conta com as seguintes dependências, entre outras: carpintaria para construção e conservação de barcos, garagem de barcos, sala de musculação, salão para reuniões do Conselho Deliberativo, para festas, etc., alojamento para 40 atletas e a administração.

No dia 19/04/2002, o prefeito do município do Rio de Janeiro através de Decreto tombou a Sede Náutica do Vasco. Orgulho de todos os vascaínos o ato simboliza o reconhecimento e a gratidão da cidade “maravilhosa” ao Club de Regatas Vasco da Gama. Abrigando o “remo” do Clube, esporte que determinou a sua origem, a construção foi tombada após a realização de estudos criteriosos envolvendo, diretamente, a Secretaria de Cultura.

Rua General Tasso Fragoso, 65 – Lagoa – Rio de Janeiro
CEP 22470-170 – Tel: (21) 3197-6909

Calabouço

Situada em frente à Baía de Guanabara, entre o Aeroporto Santos Dumont e o Museu de Arte Moderna, a sede do Calabouço tem um valor muito especial para os que cultuam a história do Vasco.

É que, embora construída nos anos 60, ela remonta às origens do clube, quando as competições de remo eram realizadas na Baía de Guanabara e a sede nunca se afastava da beira-mar.

Atualmente a sede do Calabouço oferece aos Sócios Estatutários do Vasco as melhores condições para recreação e lazer.

Além da localização privilegiada, que proporciona aos seus frequentadores um clima de total tranquilidade, a sede dispõe dos seguintes recursos: piscina, uma sauna, três quadras ao ar livre para a prática esportiva, área para lazer, restaurante, salão de festas, vestiários, departamento médico e administrativo e uma interligação com a Baía de Guanabara para os banhos de mar e os esportes náuticos.

Utilização da piscina e sauna:

Apenas sócios estatutários: Entrada Gratuita
Não-sócios (Convidados do sócio): Valor sob consulta.

Salão de Festas:

Valores sob consulta (Eventos realizados com Buffet que possui exclusividade com a sede)

Espaço + Churrasqueira:

Valores sob consulta

Aluguel do espaço, quadra e campo:

Valores sob consulta

Rua Jardel Jercolis, s/nº – Centro – Rio de Janeiro
CEP 20012-150 – E-mail: calabouco@crvascodagama.com

Cadastro efetuado com sucesso!